O Mapa de Ribeirão Grande

É um projeto opensource (código aberto) e colaborativo (as pessoas voluntariamente colaboram de diversas formas e níveis) feito com base no OSM (OpenStreetMap), “a wikipédia dos mapas livres”, e assim utiliza recursos livres e gratuitos para apoiar o desenvolvimento local.  Além do mapa online oferece mapas de Ribeirão Grande em diversos formatos.

Sugestões de mapas

Mapas Livres

Chegam onde os mapas mais conhecidos geralmente deixam a desejar. Surgiu para atender coisas básicas: Informação verdadeira, atualizada, transparente e flexível, acessível e de baixo custo.

  • Verdadeira, porque vem de fontes confiáveis: Imagens de satélite ou coletadas colaborativamente com mapillary, dados da prefeitura municipal e conhecimento local.
  • Atualizada, em tempo real. É fácil atualizar dados. A colaboração é a palavra chave: As pessoas podem ajudar de forma voluntária. Veja mais abaixo sobre esse potencial.
  • Transparente. Por trás de cada informação existe a realização de um voluntário. A informação é alimentada por seres humanos. Os dados podem ser verificados e existem diversos recursos para isso.
  • Flexível porque pode ser utilizada de diversas formas. Os dados são livres, e ao contribuir com o mapa está ajudando a crescer e alimentar todos os projetos que dele utilizam.
  • Acessível e de baixo custo: Tecnologias abertas, ferramentas gratuitas: As pessoas podem ser protagonistas no desenvolvimento de suas regiões.

Como funciona

O mapa online é construído com  Mapbox.js. Usa os mapas do OpenStreetMap.

OSM-about.JPG

O OSM surgiu em 2004 na França e a todo o momento está atualizando e crescendo.

Se OpenStreetMap é novidade para você, perceba que é importante mesmo divulgar. Busque saber mais sobre, e descubra quanta coisa pode ser feita. Com OSM, é possível aquilo que não é nos outros mapas.

Animação do crescimento do OSM ao longo de 10 anos:

A todo momento, mesmo! Enquanto você está lendo aqui, tem um montão de pessoas atualizando o mapa. Quer dar uma olhada? Confira: live.openstreetmap.fr

OSM-live-edits.jpg
Acompanhe as edições em tempo real

Importante destacar que a colaboração é o mais importante: Quanto mais pessoas colaborarem com dados e divulgação dessas tecnologias, maior será o resultado.

Veja na prática como você também pode ajudar:

OSM e Mapillary: Fotos, Streetview e Mapeamento

mapillary.edu.jpg

Mapillary permite que as pessoas sejam protagonistas no registro de sua região, tirando fotos com celulares e câmeras de ação registrando ao longo do tempo as mudanças e ao mesmo tempo, mapeando lugares. As imagens oferecem ao OpenStreetMap informação para atualizar o mapa. Com mapillary, a modalidade de streetview chega em todos os lugares.

October_2015_Mapillary_Presentation.jpg
A equipe Mapillary usou em outubro de 2015 Ribeirão Grande como exemplo em uma apresentação do potencial de alcance do streetview colaborativo comparado ao concorrente

Explore o site mapillary.com e saiba mais.

 

Trajetória

É uma resposta ao Projeto RGM – Ribeirão Grande em Mapas:

Ribeirão Grande tem o que mostrar! OpenStreetMap é a ferramenta certa para isso. Conclusão do projeto RGM e mensagem destaque nos 15 anos do Programa Acessa SP.

Objetivo:

Descobrir → Conhecer → Lembrar → Entender → Compartilhar

Descobrir informações, conhecer onde vivemos, lembrar e resgatar a memória para que possamos entender melhor nossa região e compartilhar o conhecimento para que todos tenham acesso e possam fazer o mesmo.

O Objetivo é registrar e divulgar o município utilizando recursos gratuitos e colaborativos através do mapa do OpenStreetMap, formando assim  um banco de dados público e acessível a todos, alimentando projetos, sites e serviços que desse mapa utilizam. Cada vez mais projetos estão migrando para OSM. São muitas possibilidades e oportunidades. É importante divulgar tudo isso.

Tudo começa com a necessidade de saber sobre dados da região. mapa-antigoDesde as brincadeiras de infância para os dias atuais, a curiosidade por conhecer a região foi uma grande motivação. Necessidades foram aparecendo, era necessário uma base de dados aberta, fácil de atualizar e dinâmica o suficiente para permitir colaboração e transparência, ao mesmo tempo ser aplicável nas necessidades do dia a dia. O OpenStreetMap (ou simplesmente OSM), o mapa livre do mundo ou Wikipédia dos mapas foi – e é o mapa ideal.

rdp_logo

Este projeto começou a ser registrado na Rede de Projetos do Programa Acessa SP. E com isso, abriu-se oportunidades para prêmios e parcerias.

Em 2013, esse trabalho chamava-se RGM – Ribeirão Grande em Mapas, e alcançou finais no Prêmio Mario Covas, e terceiro lugar no Prêmio Acessa SP em 2013.

terceiro-lugar-permio-acessa-sp-2013.jpg
Terceiro lugar no Prêmio Acessa SP em 2013
rgm-tribunasudoeste-2013-10-11.jpg
Tribuna Sudoeste 2013-10-11

A ideia de mapear a região usando Mapillary foi imagem destaque no portal da comunidade OSM em 2015:

imagemdestaque-2015-osm.JPG

Recentemente a iniciativa de divulgar foi destaque na comunidade OSM. Saiba mais:

resultado -  OpenStreetMap Awards 2016.jpg

O conhecimento local é de todos, e que maravilha todos poderem se beneficiar disso. Com OSM só há a se acrescentar. Quanta coisa pode ser produzida utilizando essa base, inclusive projetos comerciais. Busquem conhecer mais sobre OSM e saibam mais.